Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Setembro 29 2009

 

A vida é um bem, dado aos humanos,

Move-se por etapas no tempo vindouro;

E, passados que são, já cinquenta anos

Realizam-se, então, as Bodas de Ouro.


 

Inclui já os filhos, tão dilectos,

Cada qual com suas aptidões e ideais,

Onde se multiplicam os afectos

E o carinho que é devido aos pais.


 

Juntos, em tantos anos de partilha,

Um tempo percorrido, onde fervilha,

Dedicação e amor em cada coração.


 

Imensa é a alegria. Quatro filhos, uma filha,

Tendo netos e bisnetos, ó maravilha

Encha de bênçãos Deus esta união.


 

Armando David

Postado por Liliana Josué – Secretária da PP

publicado por cantaresdoespirito às 00:02

Setembro 28 2009

 

Já sei que pai vais ser

Disse-me tua dona tão querida

Só não sei que te possa dizer

Apenas, olha… é assim a vida!


 

Pela Shyvá te viste apaixonado

E ela não se fez rogada

Agora, aí está o resultado

Daquela união tão desejada!


 

Espera agora o teu amorzinho

Que os “meninos” que vêm aí

Sejam parecidos contigo

Pois és belo como um “biscuit” !


 

Foi no teu pelo que ela viu ternura

Quando para tua casa a levaram

Tu nos olhos dela leste ventura

Quando os teus nela repararam!


 

Longa vida e felicidade

É agora o que mais desejo

E para mostrar minha amizade

Envio para cada um,

um grande beijo.


 

(a um casalinho de cães)


 

Maria de Lourdes Rosa Alves

Postado por Liliana Josué – Secretária da APP


 


 


 

publicado por cantaresdoespirito às 23:57
editado por mariaivonevairinho em 03/10/2009 às 18:30

Setembro 27 2009

 

Nas Primaveras do teu sorriso

Balanço-me sem medo do tempo

Não existem ponteiros no meu peito
Só o bater de um coração
Que chama por ti, sem pressas
 
Espero, paciente
Que me dispas o silêncio
E que te entregues
Aos murmúrios do meu corpo,
Ferida aberta de paixão
Que afago suavemente
Com a palma da minha mão
 
A vindima é perfeita
Quando colho o brilho do teu olhar
Fruto maduro e cuidado
Que eu deixo, em mim, fermentar
Embriagando o desejo, sufocando a saudade
Para que possa sorrir sem deixar de sonhar
 
Em breve, provaremos o vinho novo.
 
 
Vanda Paz
 

 

publicado por Vanda Paz às 22:11
Tags:

Setembro 26 2009

Conversei com a natureza enquanto  bela ...
Vi borboletas poisarem na pétala perfumada ...
Vi ninhos... verdadeiras obras artezanais ..
Senti o vento que de leve meu cabelo tocava ...
Senti o beijo do sol que brilhava nos quintais ..
 

II
 

Depois... a natureza chorou lágrimas tristes ...
As borboletas,nas pétalas, aquadas...
Os .ninhos desfeitos em tórridas cinzas ...
E o vento que a tudo chamuscava ...
Densas nuvens de negro fumo pairavam...
E o sutil beijo do sol que brilhava ..
No rosto em fogo do céu que queimava ...
Perdeu-se a procura do meu que chorava.

 

Cecília Rodrigues

 www.cecypoemas.com

 

Momento sentido aquando os fogos continuavam assolando o meu país,
e as gotas que caindo dos nossos olhos formavam um caudal de imensa tristeza...em...Portugal!! Julho/2005
 

publicado por Cecilia Rodrigues às 15:55

Setembro 24 2009

 

Quando se apaga a luz que fez o dia,

Somente as horas más me vão caber.

A angústia, minha velha amiga, espia

Que o Sol corra e vá outras terras ver.


 

E a inquietude aperta. Sou judia,

Já fora de hora ao gueto a recolher.

Vem com a noite o medo e a agonia

De mais lembrar o que devo esquecer.


 

Abraço-me em meus braços apertados.

Os braços aos meus dantes abraçados

Não voltam. Só lembranças de punhal…


 

Olho em redor da solidão. Vazio…

Mais fome e sede tenho que um vadio,

E sobra o pão no meu cheio bornal!


 

Maria Francília Pinheiro

(in: “Poesia que a Mágoa Tece”)

Postado por Liliana Josué – Secretária da APP


 


 


 

 

publicado por cantaresdoespirito às 00:22

Setembro 24 2009

                                   
 

Perdida nos teus olhos, inventei

O fim da espera… enfim o teu abraço

Que tarde veio, mas foi no meu regaço

Que te soubeste, por tudo o que te dei


 

De mãos dadas e corações bebidos

No néctar invisível da paixão

As bocas juntas, bem perto do perdão

Sem nos saber, ficaram mais unidas


 

Olhei-me nos teus olhos cor de breu

Onde a saudade extinta ainda arde

No fogo apagado do desejo


 

Desejo onde me perco e és mais meu

Nos ombros da noite nunca é tarde

Meu amor, fiquemo-nos num beijo


 

Maria Zabeleta

Postado por Liliana Josué – Secretária da APP


 


 

  

publicado por cantaresdoespirito às 00:18

Setembro 24 2009

 


 

V ivíamos em Mem Martins

Passaram tr I nta e cinco anos

Quando N aquela manhãzinha

T ocaram à minha porta

E ra a nossa amiga Susaninha!


 

Que C om toda a sua amizade

Nos v I nha dar uma informação

E que N ão viéssemos

Para a C apital

O nde havia uma revolução!


 

Agra D eci

E mocionada


 

Fui ligar A televisão

Para sa B er mais da Novidade

E p R estei toda a minha atenção

Que dev I amos aos bravos Capitães de Abril

Toda a nossa Liberdade!


 

Maria de Lourdes Rosa Alves

Postado por Liliana Josué – Secretária da APP


 


 


 


 


 

publicado por cantaresdoespirito às 00:12
editado por mariaivonevairinho em 03/10/2009 às 18:36

Setembro 24 2009

                              

Essa penumbra que tanto me encanta

Ciliar, que os olhos te agiganta

Como um gabão que te cobre o rubor

Feito da maciez da caxemira

Do tímido desejo que suspira

Mostra-me o teu recato, o teu pudor


 

Do azeviche que teu cabelo espelha

Asa de corvo, vivo, qual centelha

Brota cerúleo tom no ondular

Por quente e brando zéfiro agitado

E eu me quedo fremente, emocionado

Sem mais de ti saber que admirar


 

Pobre de mim, que nem sei mais que faço

Do trívio nó em que mais me embaraço

Porque a tua razão é controversa

Ao dizeres-me c’os olhos que me amas

Enquanto o gesto cala e não me chamas

E a razão que eu quisera se dispersa


 

E sem saber se me queres ou enjeitas

Vivo as angústias das piores suspeitas

No ermo que criaste, indiferente

Nest’alma que se arrasta empobrecida

Mas que vive na esperança d’outra vida

Que me faça sentir de novo gente


 

Eugénio de Sá

Postado por Liliana Josué – Secretária da APP

publicado por cantaresdoespirito às 00:07

Setembro 24 2009

ÉS o sol da nossa vida,

E a estrela que nos guia,

És o luar, de luz tão bela,

Que nos fascina e inebria!


 

Luz que em nós, vem incidir,

E para ti nos faz sorrir!


 

Gostamos de te admirar,

Em teus braços, nos aconchegar,

E podermos sorrir à vida!


 

Sentindo assim a tua protecção,

Graças te damos, querido Pai,

Grande amigo e irmão!


 

Nasatimos

Postado por Liliana Josué – Secretária da APP


 

publicado por cantaresdoespirito às 00:02

Setembro 23 2009

                                                        

Sabes vida que nunca será tarde

Pra te saber de mim; amo-te tanto!

Assim, como se a vida fosse um manto

A afagar a tocha que inda arde


 

Nas rugas, na boca e nos olhos

Permanecendo em mim teimosamente

Como quem espera e não sente,

Da vida o desamor, e seus escolhos


 

O meu amor por ti não tem barreiras

Corre, corre, p’lo vento impelida

No estádio forte do meu ser


 

Num embalo suave, sem fieiras

Livre como a água; parecida

Com este meu treinar em ser mulher


 

Maria Zabeleta

Postado por Liliana Josué – Secretária da APP

          

publicado por cantaresdoespirito às 23:56

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

15
18
19

20
21
25



links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO